Entrevista com a Terapeuta Energética Sonia Cheng

Como praticante de Nível I de Reiki que adora investigar cada tema em profundidade, foi um enorme prazer para mim conhecer uma Terapeuta de Reiki experiente que viajou imenso pelo mundo a investigar os mesmos temas que eu. Conheci a Sonia Cheng no Retiro de Kung Fu e nós tivemos uma conexão imediata. A Sonia é não só uma mulher glamorosa, como a sua presença transmite muita paz e a pessoa sente uma serenidade energética onde ela está. Foi uma honra escutar a Sonia em primeira mão e aprender tanto com ela (até tive a chance de receber uma massagem).

A terapia energética – tal como a psicologia energética – é uma área que ainda é nova, visto que ainda estamos no processo de absorvermos e compreendermos completamente a Física Quântica. Nas próprias palavras de Einstein:

“Tudo é energia e isso é tudo o que existe. Vibre na frequência da realidade que quer e não pode deixar de ter essa realidade. Não pode ser de outra forma. Isto não é filosofia. Isto é física.”

Por isso, vamos ouvir mais sobre o percurso de Sonia e sobre terapia energética nas suas próprias palavras:

 

1 –  Qual é a tua experiência com terapias energéticas quer do ponto de vista do receptor quer do ponto de vista de praticante de Reiki?

Eu tenho vindo a trabalhar com energia na última década. Eu encontrei isto, como resultado de uma procura intensa relacionada com questões de saúde que médicos do sistema ocidental em 3 continentes diferentes não conseguiam compreender. Eu estava constantemente doente, tinha diversas infeções respiratórias e estava exausta a maior parte do tempo. Eu estava a trabalhar imensas horas e viajava 80% do tempo. Em desespero, eu deparei-me com o reiki e várias terapias relacionadas com energia. Quando experimentei o reiki pela primeira vez, eu senti uma enorme sensação de calme e isso ajudou-me muito com a minha insónia e as questões de ansiedade. Eu senti calor a emanar das mãos do terapeuta e uma gentil sensação de movimento energético pelo corpo. Para cada pessoa, a sua experiência com reiki é única, mas a maioria dos meus clientes reportam uma sensação de grande calma e que se sentem prontos para adormecer. Outros experienciam alívio emocional. Quando eu estava a fazer a minha certificação de reiki, eu senti um movimento energético muito forte, muito mais do que quando eu era o recipiente da terapia. Foi uma experiência emocional muito forte que me permitiu lidar com um processo de trauma do passado. Como praticante de Reiki, eu tornei-me muito mais consciente na maneira de trabalhar o meu próprio chi e também mais sensível à energia das outras pessoas. Eu incorporo o Reiki na minha vida diária, como quando medito ou como parte de uma massagem.

 

2 – O quê que te atraiu para terapias holísticas?

Eu senti-em atraída para saúde holística pelo desejo de gerir a minha própria saúde melhor. Eu tenho andado a estudar melhoria pessoal desde que tinha 8 anos, quando me interessei pela primeira vez em psicologia e neuro-ciência. Eu queria compreender como é que as mentes das pessoas funcionam. Eu tive uma infância desafiante e uma situação familiar algo disfuncional e inicialmente eu queria saber “o quê que é normal?”, eu achava que as respostas estariam nos livros, por isso eu li, li e li e eventualmente quando eu era mais velha, eu pude pagar a minha própria terapia, e tentei praticamente todas as terapias disponíveis.

Mas eu continuava curiosa, de mente aberta e fortemente motivada para trabalhar em mim própria. Eu aprendi formas de cura de diversas culturas. Alguns pontos alto incluem Reiki, Terapia Prânica, Terapia Kundalini, Tantra, Xamanismo, Processamento Somático, Psicologia Bio-energética, Terapia Elétrica e Meditação Orgásmica. Inicialmente, eu tinha dificuldades, porque muitas destas modalidades me pareciam fragmentadas e eu às vezes sentia-me confusa. Nessa fase, também estava a construir a minha carreira profissional passando muitos anos em consultoria, trabalhando com clientes e lembro-me que quando tinha 24 anos, uma cliente me disse “Sonia tu és como uma Xamã dos tempos modernos, quando entras numa sala, seja qual for a situação, a energia muda, tu curas as pessoas.” Apesar de profissional, eu estar a trabalhar em tecnologia, muito do trabalho que eu estava a fazer era transformador. Eu acredito que ter uma atitude holística relativamente a terapias e à vida em geral mudou fundamentalmente a minha visão do mundo e eu sou apaixonada por trazer cura para outras pessoas. Eu acho que as pessoas, especialmente aqueles que são novos neste mundo, podem sentir-se intimidados por haver tantos grupos esotéricos. Eu acho que a jornada de cada pessoa é única, e é importante começar onde se está e aplicar modalidades diferentes ou combiná-las dependendo da situação.

 

3 – O que é o Reiki e como é que funciona?

Reiki é uma forma de cura energética com origem no Japão no final do séx. XIX. Funciona com o praticante a conectar-se à energia universal e vital que é canalizada através de uma série de posições das mãos no corpo do paciente ajudando a eliminar bloqueios energéticos ou chi estagnado seja mental, emocional ou físico. Tipicamente, o cliente está deitado com os olhos fechados, enquanto o praticante está sentado ou em pé junto ao cliente. Apesar de, interessantemente, o Reiki também funcionar à distância e eu já ter dado e recebido à distância. Existem também símbolos energéticos que podem ser visualizados para acelerar a cura, promover o equilíbrio e ajudar a pessoa a centrar-se.

Apesar de eu ser uma engenheira por educação, eu aceitei que nem tudo pode ainda ser cientificamente explicado. O amor é um exemplo de uma força que pode ser sentida e pode parcialmente ser explicada por processos biológicos e neurológicos no corpo e, no entanto, nós sabemos que há ali algo muito maior. Para mim, o Reiki é assim, é uma força energética que está ali, que pode ser sentida e é única para cada pessoa que a experiencia.

 

4 – O quê que significa espiritualidade e porquê que estamos tão afastados dela nas nossas sociedades modernas? Como a podemos incorporar nas nossas vidas diárias? Qual é a sua conexão com saúde e bem-estar?

Espiritualidade é uma sensação de conexão com algo maior do que nós próprios. Historicamente a espiritualidade era caracterizada pela religião e por crenças religiosas, mas eu acredito que é muito mais ampla do que isso. Para mim, é fundamental para como se vive a vida com consciência, vivendo em alinhamento com o nosso propósito superior e em harmonia com a natureza. Eu acho que o estilo de vida moderno nos manteve afastados da espiritualidade como resultado de um ênfase forte em coisa externas e superficiais. As pressões das sociedades modernas valorizam coisas como a “vida perfeita”, o “corpo perfeito”, o parceiro ideal, a promoção. Os media dizem-nos que vamos ser mais felizes se conseguirmos obter isto e depois aquilo e depois mais aquilo, numa procura desenfreada e interminável. E, no entanto, como civilização, nós estamos cada vez mais ansiosos, deprimidos e infelizes do que nunca. Com o crescimento do populismo, há uma tendência para dar prioridade ao individualismo às custas do próximo. Está ligado à crescente fragmentação que nós sentimos, doença mental e física que nós estamos a sofrer a diferentes níveis: politicamente, socialmente e espiritualmente. Eu estou a ver uma mudança em consciência – as pessoas começam a questionar-se, compreendendo que a verdadeira alegria e felicidade não vêm de fora, mas de entro. Nós temos uma oportunidade de incorporar isto todos os dias através de ações pequenas. Praticar amor-próprio, cuidar de si próprio, de um lugar de paz e calma e através disso trazer mudança ao mundo à nossa volta, uma pessoa de cada vez. Fazer algo que nos faz sentir presentes e felizes que pode ser através do yoga, meditação, cozinhar, correr, brincar com crianças, qualquer coisa que nos permita ligar-nos mais profundamente connosco próprios e com os outros. Quando estamos a fazer algo de que não gostamos ou que não é suposto estarmos a fazer, iss cria um desequilíbrio negativo que frequentemente resulta em questões mentais, emocionais ou físicas. Quando estamos a viver em harmonia connosco próprios, ultimamente a nossa saúde e bem-estar sairão beneficiados, porque estaremos a viver em alinhamento com o nosso propósito profundo.

 

Para apoiar o Skin at Heart, visite Donorbox ou Patreon. Descubra mais detalhes e vantagens de se tornar Patron do Skin at Heart aqui!

Deixar uma resposta