Gravidez & Óleos Essenciais: Introdução

Estar grávida não é o o mar de rosas que algumas mulheres pintam, é uma grande experiência e cada mulher vive-a de forma diferente. As hormonas estão extremamente instáveis durante esta fase e a pressão para a mulher se sentir feliz ou excitada é apenas mais uma coisa a acrescentar à lista. Eu ouvi diversas mulheres a expressarem toda a panóplia de sentimentos que experienciam durante a gravidez, mas especialmente depois de darem à luz e essas experiências estão longe de ser apenas flores. No entanto, são normais e é importante reconhecer essas experiências para retomar o equilíbrio.

Aprender a amar o bebé como o novo ser na nossa vida, dar de mamar, chorar, culpa, não ter tempo para amigos ou para si própria, culpa por não se sentir o que é suposto sentir-se (ou o que os outros disseram que era suposto sentirmos) são apenas alguns dos muitos desafios com que a nova Mãma tem de lidar. Claro que a gravidez é uma experiência única e fantástica, é o milagre da vida a acontecer e a razão última de estarmos aqui, mas negar todos estes aspectos que vêm com a experiência e apenas escutar os pontos altos não é solução, pois frequentemente faz com que as mulheres se sintam isoladas, frustradas e mais sozinhas do que nunca.

Os óleos essenciais podem ser um apoio extremamente forte na maneira como a nova Mãe vive esta fase da sua vida, no processo de trazer um novo Bebé para o mundo. Os óleos essenciais são conhecidos pelas suas incríveis propriedades que são simultaneamente um apoio para o sistema endócrino e para o sistema emocional. A Aromaterapia tem ganho mais e mais adeptos, porque as pessoas estão a aperceber-se dos benefícios dos óleos essenciais. Para gravidez e bebés, tal como para qualquer outra área, os óleos essenciais devem ser usados com cuidado e as pessoas devem estar informadas sobre o que estão a fazer, tal como que óleos usar e comos os aplicar. Obviamente que se a nova Mãe já tiver uma rotina com óleos essenciais implementada na sua vida, será mais fácil beneficiar deles durante a gravidez, pois estará mais familiarizada com estas dádivas da Terra. Contudo, o facto de a nova Mãe não estar muito a par de óleos essenciais não significa que não os possa começar a usar nesta fase.

Dito isto, nos próximos posts eu vou falar sobre alguns óleos essenciais que podem apoiar as mulheres durante a gravidez, no pós-parto e também aos novos seres humanos e vou guiá-la sobre o uso de cada óleo em cada fase. Mas saiba sempre que a sua própria experiência, o seu próprio nariz, o seu próprio corpo, a sua própria intuição são sempre o melhor guia no que toca a óleos essenciais ou qualquer outro produto que esteja a usar.

 

O tópico da fertilidade não vai ser abordado neste set de posts, mas saiba que o óleo essencial de Sálvia Esclereia, tal como mudanças na dieta e uso de um Ovo de Jade, podem ser muito eficientes no apoio das condições certas para fertilidade.

 

Se quiser apoiar o trabalho do Skin at Heart, pode fazer um donativo mensal através do Patreon. Descubra mais detalhes e vantagens de se tornar Patron do Skin at Heart aqui!

One thought on “Gravidez & Óleos Essenciais: Introdução

  1. Obrigada pela tua partilha amiga. Excelente momento para começar a utilizar óleos essenciais nas nossas vidas e também nas de um ser pequeno e indefeso que está a iniciar uma nova vida.

Deixar uma resposta