Entrevista com a Diva das Hormonas Robyn Srygley

Na sequência do vídeo sobre as hormonas, o Skin at Heart tem o prazer se entrevistar The Hormone Diva: Robyn Srygley.

 

Antes de mais: Parabéns pelo nome do blog: The Hormone Diva!!! É direto e divertido! O Skin at Heart assistiu à Série de Entrevistas Happy Healthy Hormones criada por Katie Bressack e foi muito interessante escutar as respostas de Robyn Srygley no que concerna a saúde hormonal. Como tal, hoje gostava de partilhar o trabalho e a visão da Robyn com os leitores do Skin at Heart.

 

 1 – Como é que surgiu a ideia para The Hormone Diva?

A ideia para The Hormone Diva surgiu com as minhas dificuldades com o síndrome dos ovários poliquísticos. Eu fui diagnosticada com isto enquanto estudava nutrição e isso mudou a maneira como eu me via como nutricionista. Eu tinha assumido que seria nutricionista geral e aceitaria clientes com qualquer tipo de queixa. Então, à medida que fui fazendo a minha viagem pessoal com este sintoma, compreendi que havia literalmente milhões de mulheres que sofriam e eu queria que elas sentissem o alívio que eu estava a sentir quando usei métodos naturais para reverter os meus sintomas.

 

2 – Como é que a nutrição e os chás podem apoiar o equilíbrio hormonal?

A comida é simplesmente a melhor maneira de apoiar as hormonas e os chás medicinais são um grande bónus. Isto é uma pergunta com muito para dizer e poderíamos escrever um livro inteiro sobre o tema! Algumas ligações simples entre comida e hormonas incluem o facto de gorduras saudáveis serem essenciais para produzir hormonas. A fibra de coisas como couves e bróculos ajudam a identificar e excretar o excesso de estrogénio, sendo a dominância de estrogénio um sintoma de desequilíbrio muito comum nas mulheres atualmente. Algumas sementes e óleos podem ser usados terapeuticamente para manipular os níveis hormonais baseados no tipo de semente usada e a altura do ciclo em que são consumidos. Chás com ervas medicinais, como a linha de chás de hormonas que eu criei, podem acrescentar benefícios extra. A maioria das mulheres já tem o hábito de beber bebidas quentes, e substituir algumas dessas bebidas por estes chás que ajudam a equilibrar as hormonas é rápido e fácil. Algumas ervas como vitex e dong quai sao usadas há já muito tempo por muitas mulheres que sofrem de períodos pesados e dolorosos, ciclos irregulares e problemas de fertilidade, tal como distúrbios de humor que acompanham muitas vezes estes sintomas físicos.

 

3 –  Qual é a relação entre o nosso peso e as hormonas? Ou entre aquilo que comemos (e que o nosso corpo armazena) e o equilíbrio hormonal?

De novo, uma grande questão – e definitivamente, uma muito importante! A melhor coisa que pode fazer para ajudar o seu peso e as hormonas ao mesmo tempo é comer comidas completas. Nada que venha dum saco ou duma caixa, nada que seja take away ou congelado ou pré-preparado. Nós somos frequentemente apanhados no meio de números: quantas calorias devemos comer? Então e os gramas de proteínas, carbo-hidratos e gorduras? É verdade que estes números podem ser manipulados para aumentar a velocidade da perda de gordura e para o equilíbrio hormonal, mas para manter isto simples, o melhor é começar com comidas completas, de origem animal e vegetal. Se o fizerem consistentemente, a gordura do corpo irá ser reduzida: é assim tão simples! Toda a comida processada é difícil para o nosso corpo digerir, possui poucos ou nenhuns nutrientes e tem frequentemente açúcar e gorduras trans em quantidades elevadas – e ambos depositam-se no nosso corpo como gordura, geralmente em locais que odiamos ter gordura como a barriga, o rabo ou as coxas.

 

4 – Quais são os principais pontos a focar a nível nutricional no que toca as hormonas e o quê que em geral recomenda às mulheres?

O principal foco de nutrição é o que mencionei acima: comer comidas completas e nada mais a maior parte do tempo. Para além disso, eu gosto de me focar nos vegetais verdes e laranjas. Verde é rico em fibras, nutrientes e ajuda o nosso corpo naquilo que precisa: a produzir hormonas e a excretar o excesso de hormonas. Laranja por outro lado é anti-inflamatório e incrivelmente equilibrante. Diversas vezes quando fazemos “dieta” restringimos determinados alimentos e acabamos por nos sentir cansadas e ter desejos de comida, os vegetais de cor laranja são ricos em minerais e têm amido que ajuda a acalmar o sistema nervoso e a proporcionar apoio para as hormonas. Coisas como abóbora, batata doce e cenouras devem ser enfatizadas. E também as gorduras. Todas as hormonas esteróides (estrogénio, progesterona, testosterona, cortisol, etc) são criadas pelos mesmos blocos construtores – colesterol e gordura. Com base na minha experiência clínica, comer uma dieta baixa em gorduras é uma das piores coisas que se pode fazer às hormonas. Deve-se enfatizar abacates, nozes/sementes, leite e/ou óleo de coco, azeite e gorduras de animais saudáveis.

 

 5 – Como é que cria as misturas de chás de The Hormone Diva?

Eu ADORO criar chás medicinais. Eu criei cada fórmula com base numa necessidade. Por exemplo, o meu chá Detox foi criado para mulheres que possuem problemas com dominância de estrogénio como peito dorido, flutuações de humor, períodos pesados e dolorosos, etc. Quando eu crio uma fórmula, eu penso nas causas de base destes problemas. Claro, o estrogénio está desequilibrado, mas PORQUÊ? Entao eu olho para o fígado, o útero e ovários, o sistema nervoso e também o sistema digestivo, neste caso. Escolho ervas que podem ajudar em todas estas categorias e depois começo a misturá-las quer pelo valor medicinal, quer pelo sabor. O meu objetivo com estes chás foi tornar mais fácil – um hábito que já se tem – e ao mesmo tempo algo de que se pode desfrutar porque o sabor é agradável. Tornar o ser saudável numa experiência agradável!

 

6 – Quais são as últimas palavras que gostaria de partilhar com os leitores de Skin at Heart com base na sua longa experiência com a saúde hormonal?

O meu último conselho é continuar. Descobrir o que está mal e depois tentar curar isso é uma viagem. Nao acontece da noite para o dia, e não tem de acontecer ao longo de um mês. Tem de se estar totalmente dentro do processo e torná-lo uma forma de vida. Querer reverter os desequilíbrios hormonais de forma natural é um estilo de vida que se adopta, pois está relacionado com todos os nossos hábitos. O progresso virá – eu prometo, se for consistente, encontrar a ajuda e o apoio que necessitar para suceder. E lembre-se: nunca se esqueça PORQUÊ que quer isto para si! Ter um PORQUÊ específico para além das suas escolhas e jornada vai mantê-la na sua rota independentemente dos contratempos que possam surgir (e eles irão aparecer).

 

O Skin at Heart agradece à Robyn Srigley por esta entrevista clarificadora sobre a saúde das mulheres e o equilíbrio hormonal!

 

Se deseja apoiar o trabalho do Skin at Heart, visite a página do Patreon para informação exclusiva e partilhe esse post nas suas redes sociais. Obrigada!

Deixar uma resposta