Aromaterapia & Psicologia

O que é a Terapia Cognitiva Comportamental?

Terapia cognitiva comportamental é uma psicoterapia de tratamento com base na orientação de objectivos e foco em comportamentos específicos para resolver as questões a que se dirige. O objectivo é mudar os padrões de pensamento que afectam a vida da pessoa de forma negativa e originam estados como adições, fobias, ansiedade, depressão, dificuldade em adormecer ou desafios relacionais, apenas para mencionar alguns. A terapia funciona alterando o comportamento da pessoa através da consciência dos pensamentos e da maneira como estes afectam as nossas atitudes (processo cognitivo).

A terapia cognitiva comportamental é uma combinação de psicoterapia e terapia comportamental. Enquanto a psicoterapia dâ ênfase à importância do valor que damos  a cada pensamento e como os padrões de pensamento se formam da infância, a terapia comportamental dirige-se à relação entre o triângulo: problemas, comportamento e pensamentos e na sua co-dependência.

Portanto, se detectarmos um determinado pensamento (consciência) que pode não ser o melhor e agirmos sobre ele de imediato, então este não se irá desenvolver, o que originaria uma emoção ou levaria a um comportamento que nos afectaria negativamente. E o mesmo é válido para a situação inversa: é possível contribuir para pensamentos e emoções positivas implementando um tipo de comportamento que impacte positivamente nesse triângulo (por exemplo: fazer exercício físico, rir ou outra actividade que contribua para a maneira como pensamos ou nos sentimos).

Porquê que funciona?

A terapia cognitiva comportamental é tipicamente uma terapia de duração curta que não excede um ano e é adaptada às necessidades e personalidade de cada indivíduo. Durante as sessões a pessoa desenvolve estratégias para compreender e agir sobre as questões que a afectam com a ajuda do Terapeuta. A terapia introduz a pessoa a uma série de princípios que podem ser aplicados em qualquer circunstância – acabando por se tornarem novos hábitos na vida da pessoa – e que irão durar toda uma vida.

Qual o impacto da Aromaterapia?

A Aromaterapia é a prática de usar óleos essenciais para enaltecer o bem-estar ou tratar condições emocionais através da estimulação de partes do cérebro, uma vez que o sentido do olfacto afecta directamente o nosso sistema límbico. A Aromaterapia pode ser usada para ter um impacto positivo nos nossos estados físicos, mentais e emocionais. As nossas glândulas olfactórias interagem directamente com a amígdala cerebral e o hipocampo, onde as emoções e a memória estão localizadas. Portanto, cheirar/inspirar comunica com os receptores do cérebro que controlam diferentes tarefas no nosso corpo como pressão arterial, batimento cardíaco, níveis de stress, padrões de sono, níveis de energia, concentração, prazer ou motivação. Isto significa que é possível tratar um leque variado de sintomas com Aromaterapia, desde ansiedade até desequilíbrios hormonais. Por isso, por exemplo, usando o triângulo na imagem acima devemos esperar uma melhoria na janela temporal de 30 minutos se inalarmos continuamente uma fragrância, através por exemplo do uso de difusor com óleos essenciais ou cheirando directamente da garrafa, e nos focarmos em inspirar esse ar. Isto dá uma nova perspectiva sobre a razão pela qual eu chamo sempre a atenção para a importância de escolher qualidade no que toca a óleos essenciais, pois eles podem realmente ser valiosas na assistência que nos proporcionam a vários níveis.

 

Se deseja apoiar o trabalho do Skin at Heart, visite a página do Patreon para informação exclusiva.

Deixar uma resposta