6 Coisas Bonitas que Aprendi na Noruega

Água Gratuita

A água na Noruega é gratuita para todos! A terra dos fiordes tem imensa chuva e glaciares fantásticos. A qualidade da água é tão elevada que eu chego a sentir falta do seu sabor quando viajo. Água é vida por isso estar num país onde a água é gratuita é algo que sempre me fez sentir grata a cada novo dia!

 

– Gratidão!

Os noruegueses têm diversas expressões para agradecer! É um idioma que no seu uso é muito grato pelas mais diversas coisas. E isso é um sentimento bonito de expressar e enaltecer: gratidão! Aqui estão alguns exemplos:

Takk for i dag! – Obrigada por hoje! – Usada para agradecer o convívio desse dia.

Takk for i går! – Obrigada por ontem! – Idêntica à anterior.

Takk for nå! – Obrigada por agora! – Normalmente após alguém falar ou demonstrar alguma coisa numa aula ou numa entrevista ou durante uma pequena intervenção ao longo de um evento, no qual a pessoa poderá intervir de novo.

Takk for sist! – Obrigada pela última (vez que nos vimos)! – É comum usar esta expressão quando se volta a ver alguém que já não se via há algum tempo e é mais usual entre conhecidos ou amigos de amigos, do que entre amigos.

Takk for meg! – Obrigada por mim! – Quando se vai a casa de alguém jantar ou a algum evento, pode-se terminar esse convívio com esta expressão quando nos despedimos dos anfitriões.

Takk for besøker! – Obrigada pela visita! – Esta é a expressão que normalmente os anfitriões usam quando se despedem de alguém que receberam em casa.

Takk for maten! – Obrigada pela comida! – Esta é uma expressão muito comum, os noruegueses podem usá-la em cantinas, restaurantes ou qualquer outro lugar onde comida seja servida.

Takk for alt! – Literalmente significa “obrigada por tudo” e seria algo que se poderia dizer numa despedida. No entanto, os noruegueses só usam esta expressão quando alguém morre como memorial e gratidão.

 

Expressões

Há duas expressões que eu adoro e que gostava de adotar para sempre:

–  Gleder meg!

O equivalente de “I’m looking forward to it” ou “estou feliz pelo evento que está para vir”. Em norueguês a expressão é mais curta, mais simples e mais intensa, pois a palavra “glad” significa “feliz”, ou seja, esta expressão transmite na totalidade o que se sente quando se vai encontrar alguém ou quando se vai a um determinado evento ou uma situação que esteja para vir. Sem dúvida, a minha expressão norueguesa preferida!

– Kos deg!

O equivalente a “aproveita” mas, neste caso, é um verbo reflexivo, um pouco como “enjoy yourself” em inglês. Em norueguês o adjetivo e o advérbio “koselig” expressam aconhegante. Então quando alguém diz para a pessoa aproveitar em norueguês diz algo como “aconchega-te” que em português não faz muito sentido para demonstrar o tal “aproveita/sê feliz/desfruta”. Acho esta expressão muito bonita e a raiz do idioma tem claramente uma inspiração no tipo de clima que se faz sentir por cá, refletindo todo o conceito de Noruega com uma só palavra.

 

– O Conforto Primeiro

Uma das minhas coisas preferidas é andar descalça. Na Noruega toda a gente se descalça quando entra em casa. É a primeira coisa que as pessoas fazem, quer seja na sua própria casa, quer seja nas casas dos outros. Não só é bastante mais higiénico e preserva mais a casa (sobretudo num país onde é Inverno durante grande parte do ano e as botifarras não andam propriamente limpas), como é bastante mais confortável e casual. É muito comum as pessoas descalçarem-se no trabalho ou andarem de chinelos, tal como em determinados lugares públicos de dimensão mais pequena.

 

O Sol

Aqui, no norte, quando o sol brilha, as pessoas apreciam realmente esse fenómeno e sentem-se gratas por isso! As pessoas desfrutam bastante desses momentos e passam todo o tempo possível ao ar livre a aproveitar cada raio de sol, pois não sabem quando o sol voltará a brilhar de novo. Apesar de tudo, os noruegueses fazem muitas atividades ao ar livre, porque conforme eles próprios dizem “não existe mau clima, existem más roupas”. Em contradição com esta comunhão com a natureza, sente-se um pouco aquela passagem de O Riso de Deus de António Alçada Baptista no contato com os outros:

“Quando cheguei ela disse-me:

“Que pena, hoje não há sol…” Eu olhei para ela, dos pés aos olhos e respondi a sorrir: “Não. Eu tenho sol…” Ela ficou emocionada e gaguejou ao falar: “Mas, tu és um poeta!…”

Eu não era nenhum poeta. Eles, por lá, é que não sabiam dizer uns aos outros que eram o sol de cada um.”

 

Abundância & Tolerância

Uma Sociedade que tem como base do seu sistema social a mentalidade de Abundância, provavelmente o sistema social mais próximo dos três ideais da Revolução Francesa. O sentido de Tolerância do sistema social norueguês é elevado e foi perfeitamente ilustrado no inspirador discurso do Rei Harald!

Deixar uma resposta