Entrevista com a Naturopata Ana Remelgado

A Ana Remelgado é uma Naturopata e trabalha também com o Método de Anura. A minha Prima Maria João Angélico que será entrevistada brevemente para o Skin at Heart, indicou-me a Ana como uma pessoa que poderia dar-me alguma indicação num momento em que necessitava de um guia espiritual. Consultei a Ana nessa altura, onde foi utilizado o Método de Anura e fiquei extremamente satisfeita (e surpreendida) com o resultado positivo e eficaz dessa consulta. Estou e estarei sempre grata à Ana, uma excelente profissional! Hoje gostaria de partilhar convosco um pouco desse trabalho, pois como me foi útil no passado e é algo a que sei que posso recorrer, sei que também poderá ser benéfico para muitos dos leitores. Ficamos então com uma explicação mais detalhada do percurso da Ana e de como estas terapias nos podem assistir.

 

1 – Como é que a Ana se tornou Naturopata? O que a atraiu nessa direção?

Sempre acreditei que o corpo é um universo, tem os seus ciclos, que reage a toda e qualquer agressão que lhe é imposta, seja ela, física, emocional ou mental. Neste contexto, intuitivamente sempre me aproximei da expressão natural como forma de cura.

No entanto, foi pela manifestação de uma doença, onde a medicina me impunha uma intervenção cirúrgica, que me levei à procura de cura de forma alternativa. A Naturopatia curou-me, apaixonou-me e dediquei-me desde então.

 

2 – A Ana também é Instrutora de Yoga. Como é que o Yoga contribui para um dia-a-dia melhor em bem-estar e saúde e porquê que todas as pessoas o deveriam praticar?

Praticante assídua de desporto desde criança e também frequentadora de ginásio, um dia, convenceram-se a substituir a falta do instrutor de fitness, por uma aula de yoga. Nesse dia, percebi que não sabia respirar e que o meu corpo, apesar do músculo que possuía, não tinha flexibilidade, força e postura. Aquando do relaxamento, viajei para um estado tão Zen que seria impensável para quem vivia uma vida mergulhada em dias de stress.

Os resultados foram tão intrinsecamente sentidos, que o mergulho na filosofia yogui foi uma experiencia sem fim.

É uma prática de vida que nos coloca diante de nós próprios e da consciência de quem somos, num crescente constante. Sente-se e não se impõe. Vive-se! Essencialmente prática, por isso, quem a vivencia disfruta do melhor de si próprio, em todas as facetas da sua vida e dos seus corpos.

É tão ancestral quanto a vivência humana, basta olhar para um bébé, no seu respirar, no início da sua caminhada, na sua alegria vinda de dentro.

O ser humano cuidando de si, naturalmente está a cuidar de todos e tudo o que o rodeia.

 

3 – Qual o papel os óleos essenciais no bem-estar do ser humano? Como é que as pessoas podem implementar óleos essenciais no seu dia-a-dia para promover saúde?

Todas a plantas contem energia e os óleos guardam na sua essência essa energia. Quando usados e aplicados, atuam quimicamente ao nível energético e físico. Promovendo reequilíbrio e cancelamento de sintomas.

É necessária alguma informação para se trabalhar com os óleos essenciais, o que aconselho vivamente, mas de uma forma simples, qualquer pessoa pode utiliza-los através do olfato. Só o ato de os cheirar já aporta grandes benefícios para a saúde, basta pesquisar a especificidade de alguns óleos.

 

4 – O Sistema Anura parece ser bastante completo. Pode falar-nos um pouco desse sistema e dos seus benefícios?

O Sistema Anura é um método de terapia, autotransformação e autoconhecimento. Criado por Esmeralda Rios e Vitorino de Sousa, este Sistema proporciona o trabalho interno para auxiliar as pessoas a encontrarem as suas próprias soluções recorrendo a meios e técnicas próprias, que podem ser utilizadas por qualquer pessoa nomeadamente:

Um conjunto de florais, soluções e outros produtos,  especialmente preparados para auxílio às terapias

Um Tarot especial e diferente, uma vez que cada lâmina pode ser utilizada como elemento terapêutico, de consulta ou de meditação.

Portal da Visão: Este elemento proporciona o acesso a informações de maneira intuitiva. Também pode ser utilizado em conjunto com o Tarot de Anura.

 

5 – Como é que todas as artes (Yoga, Naturopatia, Florais de Anura, Tarot de Anura, Astrologia) que a Ana estudou se complementam? Como é que cada uma delas pode servir o ser humano?

Vendo o ser humano como um Universo, em que cada um se enquadra num determinado posicionamento, sempre certo, de acordo com a evolução do seu ser. As técnicas estudadas e ancestrais, são formas que se complementam na prestação dos meus serviços para interagir no universo de cada um, atender às suas necessidades colaborando no favorecimento do bem-estar.

O caminho é sempre interno e diz-me a prática que o exemplo é um bom caminho. Nesta atuação tenho ajudado pessoas na sua valorização pessoal, autoestima, desbloqueios emocionais, físicos, entre outros, consoante a técnica ou com técnicas conjugadas.

 

6 – Muitas vezes sentimo-nos desligados do mundo, de nós próprios, da nossa missão na vida. Que hábitos podemos implementar e o que podemos fazer para estarmos mais em contacto connosco próprios e com a energia universal?

SER! A missão faz-se caminhando e não há determinismo, são as nossas escolhas que determinam de acordo com o que sentimos a cada momento. E está certo. Cada momento irá ter a resposta consoante aquilo que vamos construindo, devendo sempre, dar atenção ao guia interno chamado intuição, ou voz do coração. Está sempre lá… esta conexão aumenta com a prática, ao saber relaxar o corpo e a mente, de sentir a nossa energia, de confiar, de amar, de nos valorizarmos.

Nada como meditar 7 dias por semana e 24 horas por dia. Esta postura, proporciona-nos uma vibração correspondente ao agora, onde tudo acontece. E quando presentes a cada momento, no agora, livramo-nos do passado e expectativas do futuro e a frequência em que vibramos manifesta-se.

 

7 – Quais são os seus conselhos para uma pessoa viver a vida de forma saudável física, mental e emocionalmente?

Aceitar a natureza da espécie em evolução, em constante crescimento e mutação. O aspecto padronizado de não aceitar a mudança bloqueia o físico e a mente, enrijece.

Seguir o ritmo da natureza e o seu exemplo, respeitando o corpo em todas as suas vertentes: na alimentação, no sono, no exercício, na pausa, no relaxamento, na respiração…

Ame-se, em todas as circunstâncias, não dando espaço para avaliar ou julgar o outro, permitindo que o veneno energético o contamine, gerando doença.

 

8 – Quais são as últimas palavras que gostaria de partilhar com os nossos leitores?

Viver em Amor. A grande energia que nos permeia e que tantas vezes bloqueamos por medo, o seu oposto. Arrisque a Amar-se em todos os instantes começando pelo corpo. Veja-o como o seu melhor amigo, o templo que transporta o seu Ser. À medida que estreitar essa relação a fluidez que comporta o magnetismo humano, só pode expressar essa frequência.

 

O Skin at Heart agradece a disponibilidade da Ana para esta entrevista e esta partilha tão esclarecedora sobre como estas terapias contribuem para o nosso bem-estar!

 

Se deseja apoiar o trabalho do Skin at Heart, visite a página do Patreon para informação exclusiva.

Deixar uma resposta